Welcome to the land of questions

A Arte De Reinventar - Ajuste Suas Antenas

"já me sinto feliz se as palavras tocam ou te fazem pensar nem que seja por 1 segundo apenas, isso mostra que a mensagem foi lançada ao mar numa garrafa e chegou onde deveria chegar no coração de alguém que entendeu essa loucura que é o amor "
"Palavras que queimam na minha boca, Derreterão dentro de seus ouvidos"

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

(((d-_-b)))

Sou uma singela bruta
Pedra mantra
Manto de sentar-se
Posta a mesa
Que de santa até no andar
Diz que essa malcriação
É compreensível
Posto que o medo
É visível, instável, imparcial
E ela insiste em ficar só
Alto lá, deve ser
Coisa de quem tem
Nariz em pé
É feliz e faz jus
Atravessa e mostra-se total
Mas ela tá satisfeita
Imperfeita...!
Ela me diz que isso de ser compromisso Tinha haver com isso
Sabe lá o preço de quem sofreu Intensamente
E o presente?
Por falar em presente

Ao ouvir a beleza e doçura da sua voz (((d-_-b)))

Me deparo e reparo em outros tantos outros durante os meus dias, que vão do agudo ao grave, do calmo ao estressante.

Da música ao barulho ne diz qual o limite?
São sons, tudo é som não importa se bom ou ruim, todos emitimos algum.

Mas alguns se destacam no meio dessa multidão.

E este é o caso da sua voz, eu não sei precisar em que tom ou qual o dom que tu tens de encantar sem cantar, a suavidade do ritmo, as virgulas, pontos, tremas, hífens e ate vícios de linguagem parecem e soam tão belos ao ouvidos deste ser.

Ser a música, ser a voz, ser o ritmo e sustenido ou bemol, tudo tem outro sentido ao ouvir o doce som da sua voz.

O jeito e o trejeito que faz com o corpo que também fala e olhos que gritam o amor me deixam sem jeito. Logo eu cheio de mim no alto de um metro e tantos caío de joelhos ao ser invadido e atordoado por tanta doçura e beleza que emana de você tão bela ser humana.

Que Deus a proteja dos tombos das quedas, que os ventos sempre te soprem brisas do bem.