Welcome to the land of questions

A Arte De Reinventar - Ajuste Suas Antenas

"já me sinto feliz se as palavras tocam ou te fazem pensar nem que seja por 1 segundo apenas, isso mostra que a mensagem foi lançada ao mar numa garrafa e chegou onde deveria chegar no coração de alguém que entendeu essa loucura que é o amor "
"Palavras que queimam na minha boca, Derreterão dentro de seus ouvidos"

terça-feira, 31 de maio de 2011

Sincericídios (((d-_-b)))

Venho sofrendo por conta do meus "sincericídios"
pelo de fato de falar o que penso e não me voltar
ou me enquadrar a grupos ou corjas
me volto sempre para que aquilo penso
e nem sempre a verdade é vista com bom olhos
Mas fazer o que ?

Finalmente eles voltam a Ssa(((d-_-b)))


TM

terça-feira, 24 de maio de 2011

PS2 (((d-_-b)))

Hoje me confrontando a mim mesmo
escrevendo uma carta explicando algo
que não tem explicação, tenta mostrar em equações
o que nem Albert Einstein conseguiria equalizar
tentando mostrar por mau traçadas linhas
tudo o que penso, toda a saudade que em mim existe
tudo o que ainda sinto por ti
acho que quase chega lá é a Pitty
Eu quero mesmo é equalizar você

segunda-feira, 23 de maio de 2011

* (((d-_-b)))

Venho sendo consumido pelo bichinho infame bichinho
a qual chamo de saudade, este mesmo vem minando
meus pensamentos tive um fds pra lá de inquieto
principalmente a noite e isso me fazendo pensar e repensar
mais ainda do que já oh faço
e enquanto isso o mundo continuo a girar lá fora
e eu aqui andando desligado pensando em teorias
nº, vetores, nó e processos

(((d-_-b)))

"Lutar sempre
Ganhar talvez
Desistir jamais"

sábado, 14 de maio de 2011

+*+ (((d-_-b)))

Na calada da noite eu chamo o seu nome
Não sei te dizer se é o certo
Mais isto me acalma quando estou confuso
Como uma ladra um dia você se foi na surdina
E levou consigo todo amor que havia em meu mundo
E eu só quero que saibas que eu ainda vejo seus olhos
Todos os dias da minha vida
Você faz morada em minha alma

O amor foi e é tão difícil de encontrar
E ainda mais difícil de ti definir

█þ┌ (((d-_-b)))

Como as estrelas à noite, adormecendo rápido
No nascer do sol, esperança pacientemente
Você pode sentir ou me dizer porque você está sempre lá
Mais forte enquanto eu observo e observo

Como amor e mentiras chocando-se violentamente
Até o âmago para alimentar a aflição
Há uma maneira de me manter livre do desanimo
É assumir que isso e está solidão me desgasta

Tão tristemente, a alma sobrevive
Perdida e solitária em águas abertas

Vilarejo (((d-_-b)))

"Tudo estava calmo aqui no vilarejo
Até essa menina me roubar um beijo
Pois nunca mais fui o mesmo
Tudo ficou diferente
Andava pelas ruas sempre descontente
Mas segurei minha onda, a correria não pára
Um bom guerreiro continua na batalha
É, tô nessa luta pelo seu coração
O meu objetivo é a nossa união
Mas se não der, tá limpo, tô no rolê
E numa noite dessas eu sei a gente se vê
Pode crer, eu digo pra você
Tu não sabes o que vai perder
O meu olhar mais sincero
Minha palavra de paz
O meu carinho na noite de chuva e muito mais
Se quiser pode ir, não tenho mais nada a dizer
Mas é melhor você ficar porque eu amo você"

Pedaço Perdido De Mim (((d-_-b)))

Andei
Pensando em tudo
Bem sei
Que existe um lugar
Voltei por um segundo
E uma história por contar

Cantei
Um canto mudo
Mudei
Meu jeito de olhar
Sei lá
Fui lá no fundo
Pra entender tudo
Que deixei por lá

Logo ví
Seu olhar
Que a mão do tempo quis levar
Que horas são
Pode ser
Hora da gente se encontrar



sexta-feira, 6 de maio de 2011

This Love (Will Be Your Downfall) (((d-_-b)))

Nós sempre nos beijávamos deitados
Nós sempre nos amamos quando não havia mas ninguém mais por perto
Eu posso ser um elemento ilusório transitório se você me quisesse
Eu não estou sendo incômodo, Eu só gostaria de saber a verdade
Quanto ao porquê de eu esperar por você
Mais do que uma pessoa normal faria
E porque eu penso em você todo maldito-santo dia
Mais do que eu acho que deveria ou mesmo poderia

Nossos corpos se encaixam como um quebra-cabeças
É fácil ver por que eu te adoro meu "quebra-cabeça"
Quando brigávamos mudavamos o jeito de sussurrar nossos nomes
Fazíamos birra e as vezes parecia ser um leve fardo
Mas tudo acabava se ajustando

Porque eu estou justificando o tempo perdido?
Então o que há de novo?

Estamos tão longe da nossa casa
E o que em mim pertence a você agora?
Tentando impressioná-la, mas, Senhor eu não sei como, e alguém ainda sabe?
Eu posso ser uma estátua, você pode fazer bico, se quiser também
Eu não estou sendo difícil e nem você sendo fácil, só preciso da verdade

Quanto ao porquê de eu estar querendo e pensando tanto você
E eu acabaria com isso se eu pudesse
E o porquê de eu ainda estar aqui
É algo que eu mesmo ainda não entendo
Acho que são pelas boas lembranças

Nossas mãos pressionadas juntas, como pedaços de papel
Mas elas estão sempre vazias quando hoje eu seguro sua mão
E dou-lhe um susto quando eu ligo à noite
Porque eu estou tentando ajustar o tempo perdido
E eu estou para você
E eu estou acordando da última noite
E eu estou acordando com-sem você
Então o que há de novo solidão?

É o fim
Não é o fim
então não-ou vamos fingir