Welcome to the land of questions

A Arte De Reinventar - Ajuste Suas Antenas

"já me sinto feliz se as palavras tocam ou te fazem pensar nem que seja por 1 segundo apenas, isso mostra que a mensagem foi lançada ao mar numa garrafa e chegou onde deveria chegar no coração de alguém que entendeu essa loucura que é o amor "
"Palavras que queimam na minha boca, Derreterão dentro de seus ouvidos"

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Matanza - Amigo Nenhum (((d-_-b))

http://www.youtube.com/watch?v=-cp6O4Vvb_s

Eu acabei de chegar e já me arrependi
Eu tinha prometido que não voltaria mais aqui
Cai a noite é sempre tudo igual
Começa muito bem, mas acaba muito mal

Passa o tempo, passam gerações e só fica pior
Nessa esquina havia um bar onde jogavam poker de marujo e continua tudo sujo
Continua tudo realmente muito feio
Das lembranças que eu odeio as piores são as que trago daqui

Mil vezes maldita cidade, que infelicidade eu tive de ser mais um
Dos que aqui nasceram respirando perigo
Por isso aqui ninguém se faz de poucos amigos
Aqui ninguém tem amigo nenhum

É muito natural que eu não me sinta bem
Pois chove desgraçadamente desde que eu desci do trem
Complicado até pra caminhar
O vento é tão gelado que é difícil respirar

Sigo um labirinto que me leva de volta ao hotel
O meu quarto empoeirado continua exatamente no estado em que eu deixei
Até o vinho no carpete que eu derramei
E só agora eu vi que na verdade eu nunca sai daqui

Mil vezes maldita cidade, que infelicidade eu tive de ser mais um
Dos que aqui nasceram respirando perigo
Por isso aqui ninguém se faz de poucos amigos
Aqui ninguém tem amigo nenhum

Mil vezes maldita cidade, que felicidade eu tive de ser mais um
Dos que aqui nasceram respirando perigo
Por isso aqui ninguém se faz de poucos amigos
Aqui ninguém tem amigo nenhum

Do not give me excuses or forgiveness lost, here me you had not found any friend (((d-_-b))


It's no good I will not hear you
Empty words do not shake me
I just want to blow you and your fake smile
I do not want to follow me, I do not even know friendships
Keep your photos for you and all of this remains
Stupid choice I made for you in their collections
Of people from whom you despise
And remember one day it all back one day and pay all pay
You made me be more misanthropic, antisocial
And caused my filoginia end forever for you

Matanza - Em Respeito Ao Vício, Está Minha Trilha (((d-_-b))



Eu não gosto das coisas que eu vejo,
Meu maior desejo eu não sei qual seria.
Não penso em nada que eu queira
Além da primeira cerveja do dia.

Hoje eu tenho certeza que gosto muito mais do bar vazio,
Começo sentado na mesa mas sempre acabo no meio fio.
Me sociabilizo até bem, mas sempre que posso evito,
Por que eu sei que o menor atrito pode um mecanismo acionar.

Melhor deixar como está por aqui
Pra não ter que contar com o destino
Eu não tiro a razão do assassino em vários casos que vi.

Mundo horrível, gente desprezível, a quem vou me justificar
Tão difícil, em respeito ao vicio, deixar o conforto do bar.

Eu nao sei se o que eu penso está certo,
Ou se eu parto de um mal julgamento,
Pois metade do mundo eu não quero por perto,
E a outra metade eu lamento.

Eu nao fiz esse mundo ruim,
Mas talvez eu ajude a deixa-lo pior.
Devo ser um monstro sem dó,
Por que na verdade eu não tô nem ai.

Mundo horrivel gente desprezível, a quem vou me justificar
Tão difícil, em respeito ao vício, deixar o conforto do bar.

http://youtu.be/rvCHUfU6Ti8


Reprise (((d-_-b))

Controlar o seu destino
como quem relê um livro velho
Não sei se é o melhor
esses capítulos reais, amiga
não reprisam mais

Já passou ao vivo, em cores,
em perfume e som
A vida é um pouco uma transmissão
pra quem captar os seus sinais
pra quem for muito perspicaz

Planejar é um tipo de mentira
É jogar no faz-de-conta
de daqui a um mês
Prever os créditos finais
parando pros comerciais

Ah, solte um pouco o freio
deixe de receio
encare mais os fatos
sirva ainda frio seu coração
Seu fogo não se espalha
Excesso de razão
é como opinião
Se não ajuda, atrapalha

Muita espera dá em nada
quando chega logo passa